• Início
  • Livros
  • Organizações Internacionais e Modos de Regulação das Políticas de Educação. Indicadores e comparações internacionais

Organizações Internacionais e Modos de Regulação das Políticas de Educação. Indicadores e comparações internacionais

António Teodoro & Edineide Jezine (Orgs.)
Autor
2012
Ano de edição
978-85-7963-102-3
ISBN

Nas últimas décadas do séc.XX, assistiu-se à afirmação de um novo senso comum no discurso e nas políticas públicas de educação, assente numa redução dos conceitos de democracia às práticas de consumo, de cidadania a um individualismo possessivo e de igualdade ao ressentimento e medo do outro.

As organizações internacionais de natureza intergovernamental (OCDE, Banco Mundial, FMI) desempenham um papel fundamental na construção desse novo senso comum, sendo os seus poderosos agentes globalizadores. A coletânia de textos reunidos no presente livro é um contributo da Rede Ibero-Americana de investigação em Políticas de Educação (RIAIPE) para o conhecimento desse processo, com tão profundas consequências em todos os planos da vida das escolas e das universidades.

Índice

Apresentação
António Teodoro, Edineide Jezine
Os novos modos de regulação transnacional das políticas de educação: a regulação pelos resultados e o papel das comparações internacionais
António Teodoro
Indicadores alternativos o alternativa a los indicadores? Algunas reflexiones sobre política educativa
José Beltrán Llavador
Transnacionalización de la educación, sociedades locales y historias individuales
José Antonio Ramírez Díaz
O Banco Mundial e a educação brasileira: investigação das medidas políticas de educação e formação no Brasil entre 1985 e 2008
Maria Leila Alves, Elydio dos Santos Neto
O Banco Mundial e os indicadores de regulação e emancipação nas políticas de avaliação na educação superior brasileira
Edineide Jezine, Rossana Maria Souto Maior Serrano
El Banco Mundial y la educación en México (1980-2010)
Armando Alcántara
Una aproximación a los fundamentos político-teóricos de la pertinencia de la educación superior según el Banco Mundial
Judith Naidorf, Sebastián Gómez Jorge, Ivanise Monfredini